Search
TwitterPinterest
20/7/2021
Alimentos

Menos açúcar, mais saúde: Os benefícios da água pro corpo

Consumo de açúcar cresce durante a pandemia e aumenta riscos de doenças. Segundo a OMS, a ingestão diária de água deve ser de no mínimo 2 litros.

Time de Saúde

Basta um pequeno gesto para que a gente se lembre de que pequenas decisões são muito importantes no cuidado da nossa saúde. E o craque Cristiano Ronaldo nos alerta para um hábito fundamental: priorizar o consumo de água em nossa rotina e diminuir a ingestão de bebidas açucaradas.

Durante uma coletiva de imprensa em Portugal, na última segunda-feira (14), o jogador de futebol afastou as garrafas de refrigerante da Coca-Cola e trouxe para perto de si garrafinhas de água. O gesto respingou no valor de mercado da empresa, que “perdeu” cerca de R$ 20 bilhões no valor de suas ações. 


No mundo, estima-se que 1,7 bilhão de litros de Coca-Cola são consumidos diariamente. Isso equivale a 620,5 bilhões de litros consumidos por ano. De acordo com a Associação Brasileira de Nutrição, o Brasil está entre os 10 países que mais consomem refrigerantes.


Pesquisa recente da Fiocruz indica que o consumo de açúcar e alimentos ultraprocessados aumentou durante o período da pandemia. Isoladas em casa, muitas pessoas recorrem ao consumo excessivo de doces e carboidratos simples, e esse aumento significativo na ingestão de açúcar traz efeitos que podem ser prejudiciais ao nosso organismo. 


O primeiro, e mais fácil de ser percebido, é o ganho de peso. Mas, além da mudança na balança,  os alimentos ultraprocessados aumentam o risco de doenças crônicas como diabetes, problemas cardiovasculares e síndromes metabólicas. 


Para você comparar, em média, uma lata de Coca-Cola normal, de 350 ml, possui cerca de 35 gramas de açúcar. O valor corresponde a dez gramas a mais do que o padrão de ingestão diária recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).  


Em contrapartida, o consumo adequado de água traz inúmeros benefícios para a saúde, uma vez que o líquido é responsável por regular diversas funções orgânicas. A OMS recomenda a ingestão de ao menos 2 litros diários para os adultos, que devem ser ingeridos na forma líquida, como em chás e sucos, ou por meio de alimentos ricos em água, como frutas e vegetais. 


Por exemplo, quando estamos desidratados, temos a redução no volume sanguíneo e comprometimento da nossa função cardíaca, além de sintomas como tontura, dores de cabeça e fraqueza.


E você, já bebeu água hoje?



Se inscreva na

Newsletter

com conteúdo que faz bem

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.