Search
TwitterPinterest
21/7/2021
Corpo

Atividade física ajuda na recuperação de pessoas com sequelas da covid-19

Pesquisa da USP traz dados sobre como o exercício pode ser um aliado para quem sofreu fraqueza muscular pós-covid.

Ana Beatriz Rosa

Passados 14 meses de pandemia, já são mais de 16 milhões de brasileiros que se recuperaram da Covid-19 no País. Médicos e especialistas ainda investigam quais são as possíveis sequelas deixadas pela doença. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), os principais danos acometem o pulmão, o coração e o sistema neurológico após a fase aguda da doença. Se você se identifica com algum desses quadros, a Ciência traz uma boa notícia: incluir uma rotina de exercícios físicos, com intensidade adequada ao seu perfil, vai auxiliar a sua reabilitação. 


Na China, um estudo publicado na revista acadêmica Lancet que acompanhou 1.733 pessoas por seis meses após o diagnóstico da doença indica que 76% dos participantes tiveram ao menos um sintoma no período posterior à infecção pelo vírus. Os mais relatados foram: intensa fadiga e fraqueza muscular (63%), dificuldades para dormir (23%) e sintomas de ansiedade e depressão (23%).


Pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) analisaram como o exercício físico, principalmente a atividade aeróbica, pode ser uma grande ferramenta na reabilitação dos pacientes que apresentam condições pós-covid. De acordo com os estudos da USP, o vírus Sars-CoV-2, ao entrar nas células, danifica a enzima ECA 2, uma enzima específica presente em diferentes tecidos humanos, que tem como papel equilibrar o Sistema Renina Angiotensina (SRA), responsável pelo processo de manutenção do equilíbrio corporal.


Com isso, o coronavírus causa a miopatia esquelética, que se traduz em dificuldades cardiorrespiratórias, fraqueza muscular, fadiga e cansaço. Como forma de reverter esse quadro, a atividade aeróbica e outros exercícios físicos são ótimas ferramentas não farmacológicas, pois permitem a recuperação do balanceamento do sistema SRA.


Volta ao treino pós-covid demanda cuidado e atenção


O exercício físico traz inúmeros benefícios para a nossa saúde e sistema imunológico. Em casos de pacientes em recuperação da covid-19, a prática minimiza as sequelas e recupera a qualidade de vida após a infecção já que melhora a independência do paciente, assim como a resistência cardiorrespiratória, força muscular, equilíbrio, coordenação motora, controle das comorbidades, correção da postura etc.


Movimentar o corpo de forma regular e em níveis de intensidade adequados  melhora o metabolismo, atenua os estados inflamatórios e diminui o estresse oxidativo, que é o desequilíbrio entre os antioxidantes e os radicais livres a partir das reações em nossas células. Por isso, a atividade física é tão orientada pelos profissionais de saúde. Mas, antes de colocar a sua roupa de ginástica, é importante conversar com o seu médico e preparador físico de confiança. O ideal é que a volta ao treino pós-covid seja feita de forma personalizada e gradativa. 


Publicado no BMJ (British Medical Journal), um artigo aponta a escala de percepção de esforço físico como um caminho seguro no retorno à prática. O estudo sugere que cada paciente avalie com o profissional de saúde a fase em que se encontra. 


A primeira e segunda fase, por exemplo, orientam que o paciente escolha uma atividade leve - ou seja, que seja capaz de manter uma conversa enquanto pratica a atividade física. Alguns exemplos são realizar uma caminhada, alongamento, exercício de força com cargas baixas.


Já na terceira e quarta fase deve ocorrer uma progressão para atividades com ritmos mais moderados e desafiadores, a depender do condicionamento físico que o paciente tinha antes da infecção por coronavírus. Isso pode incluir caminhadas e corridas mais rápidas, natação e bicicleta, por exemplo. 


O estudo sugere que cada etapa tenha um período de no mínimo 7 dias. Depois de concluir a reabilitação entre essas fases, é esperado que a pessoa consiga evoluir para o seu ritmo de performance desejado, sempre com o monitoramento de um profissional de saúde ou preparador físico. 


Se inscreva na

Newsletter

com conteúdo que faz bem

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.